10 dias de oração

O PEQUENO TEMPO DE ANGÚSTIA E OS ENGANOS SATÂNICOS DOS ÚLTIMOS DIAS

Tempo de angústia

ANTES DO FIM DO TEMPO DA GRAÇA

Na página 33 [do livro Primeiros Escritos] foi dito o seguinte: “[…] No início do tempo de angústia, ficamos cheios do Espírito Santo,
quando saímos para proclamar o sábado mais amplamente.”
Essa visão foi dada em 1847, quando havia apenas poucos entre os irmãos do advento observando o sábado, e destes somente uns poucos supunham que sua observância era suficientemente importante para constituir uma linha de separação entre o povo de Deus e os incrédulos. Agora o cumprimento dessa visão está começando a ser visto.
O “início do tempo de angústia” ali mencionado não se refere ao tempo em que as pragas começarão a ser derramadas, mas a um breve período, pouco antes, enquanto Cristo está no santuário.
Nesse tempo, enquanto a obra de salvação está se encerrando, tribulações virão sobre a Terra, e as nações ficarão iradas, embora contidas para não impedir a obra do terceiro anjo.

A IGREJA E O ESTADO SE OPÕEM AO POVO DE DEUS

Todos quantos não se curvarem ao decreto dos concílios nacionais e obedecerem às leis nacionais para exaltar o sábado instituído pelo homem do pecado, para menosprezar o santo dia de Deus, sentirão não somente o poder opressivo do papado, mas do mundo protestante, a imagem da besta.

OS ADVENTISTAS SERÃO TRATADOS COM DESPREZO

Os que honram o sábado bíblico serão denunciados como inimigos da lei e da ordem, como que a comprometer as restrições morais da sociedade, causando anarquia e corrupção, e atraindo os juízos de Deus sobre a Terra. Será declarado que suas objeções são teimosia, obstinação e desdém à autoridade. Serão acusados de deslealdade ao governo.

CONDENADOS À MORTE

Será exigido das pessoas que rendam obediência a decretos humanos em violação da lei divina. Os que forem fiéis a Deus serão ameaçados, denunciados e proscritos. Serão “traídos […] por pais, irmãos, parentes e amigos” (Lc 21:16), e serão até mesmo mortos.

COMO PERMANECER FIRME SOB PERSEGUIÇÕES

A única maneira pela qual os seres humanos poderão permanecer firmes no conflito é estar arraigados e firmados em Cristo.
Eles precisam receber a verdade como ela é em Jesus. E somente quando é apresentada dessa maneira a verdade pode suprir as necessidades espirituais. A pregação de Cristo crucificado, Cristo justiça nossa, é o que sacia a fome da alma. Quando firmamos o interesse das pessoas nessa grande verdade central, fé, esperança e coragem chegam ao coração.

A AFLIÇÃO PURIFICA O POVO DE DEUS

O amor de Deus à Sua igreja é infinito. Incessante é Seu cuidado por Sua herança. Ele não permite que aflição humana alguma sobrevenha à igreja, senão unicamente a que é essencial para sua purificação, seu bem presente e eterno. Purificará Sua igreja assim como purificou o templo no princípio e no fim de Seu ministério na Terra. Tudo que Ele traz sobre a igreja, em forma de provações e aflições, é com o objetivo de fazer Seu povo adquirir mais profunda piedade e mais força para levar a todas as partes do mundo as vitórias da cruz.

ESPÍRITOS DE MENTIRA CONTRADIZEM AS ESCRITURAS

Os santos precisam alcançar completa compreensão da verdade presente, a qual serão obrigados a sustentar pelas Escrituras. Precisam compreender o estado dos mortos, pois os espíritos de demônios lhes aparecerão, pretendendo ser amigos e parentes amados, os quais lhes declararão que o sábado foi mudado, bem como outros ensinamentos não bíblicos.

FALSOS REAVIVAMENTOS

Antes de os juízos finais de Deus caírem sobre a Terra, haverá, entre o povo do Senhor, tal avivamento da primitiva piedade como não fora testemunhado desde os tempos apostólicos. […] O inimigo deseja impedir essa obra; e antes que chegue o tempo para esse movimento, ele se esforçará para evitá-lo, introduzindo uma contrafação.
Nas igrejas que conseguir manter sob seu poder sedutor, fará parecer que a bênção especial de Deus foi derramada e surgirá algo parecido com um grande interesse religioso. […]

PERSONIFICAÇÃO DOS MORTOS

Satanás tem poder para fazer surgir diante das pessoas a aparência de seus amigos falecidos.
A contrafação é perfeita; a expressão familiar, as palavras e o tom da voz são reproduzidos com maravilhosa exatidão. […] Muitos serão confrontados por espíritos de demônios personificando parentes ou amigos queridos, e declarando as mais perigosas heresias. Esses visitantes apelarão para os nossos mais afetuosos sentimentos de compaixão, realizando prodígios para apoiar suas pretensões.

SATANÁS IMITARÁ CRISTO EM TODOS OS ASPECTOS

Como ato culminante no grande drama do engano, o próprio Satanás personificará Cristo. A igreja tem há muito tempo dito que considera o advento do Salvador como a realização de suas esperanças.
Assim, o grande enganador fará parecer que Cristo veio. Em várias partes da Terra, Satanás se manifestará entre as pessoas como um ser majestoso, com brilho deslumbrante, assemelhando-se à descrição do Filho de Deus dada por João em Apocalipse (Ap 1:13-15).
A glória que o cerca não será excedida por coisa alguma que os olhos mortais já tenham contemplado. Ressoará nos ares a aclamação de triunfo: “Cristo veio! Cristo veio!”

A DIFERENÇA ENTRE O FALSO E O VERDADEIRO

Satanás está procurando obter toda a vantagem. […] Disfarçado de anjo de luz, percorrerá a Terra como operador de milagres. Com belas palavras apresentará sentimentos nobres. Falará coisas boas e realizará bons atos. Personificará a Cristo, mas num ponto haverá notável diferença. Satanás afastará as pessoas da lei de Deus. Contudo, imitará tão bem a justiça que, se fosse possível, enganaria os próprios eleitos. Reis, presidentes, governantes em altos postos se curvarão ante suas falsas teorias.

ORAÇÃO

Oremos para que, apesar da angústia e dos enganos satânicos, estejamos sempre alicerçados na Palavra de Deus.

About the author

alexandre.januario

Add Comment

Click here to post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE