Central de Ideias Culto Jovem

Mães que fizeram a diferença

“Vendo Jesus sua mãe e junto a ela o discípulo amado, disse: Mulher, eis aí teu filho. Depois, disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. Dessa hora em dia nte, o discípulo a tomou para casa.” (João 19:26-27).

Em Família – CD Jovem 2002
Sobrenatural – Jeferson Pillar
Mãe é Amor – Marquinhos Maraial

Em 1870, a poetisa e ativista Julia Ward escreveu “A Proclamação do Dia das Mães”, um apaixonado convite à paz e ao desarmamento. Em 1885, Anna Reeves Jarvis organizou o primeiro Dia das Mães, em Virginia Ocidental, EUA. No dia 12 de maio de 1907, Ana Jarvis, dois anos depois da morte de sua mãe, quis comemorar o falecimento e organizou um Dia das Mães. A partir dessa data, ela encabeçou uma campanha ativa que foi se estendendo para todo o território americano. Finalmente, o dia 8 de maio de 1914 foi reconhecido e apoiado pelo Congresso dos Estados Unidos como o Dia das Mães, celebrado no segundo domingo de maio. Rapidamente, outros países adotaram e acrescentaram a data em seus calendários.

Nossa mãe é alguém especial, eleita por Deus para ser a ponte por onde cruzaríamos e viríamos ao mundo criado por Ele. As mães se preocupam com a nossa alimentação, educação e proteção. Devemos cuidar muito delas.

Ao celebrar o Dia das Mães, é oportuno orar sob várias perspectivas:

– Agradecer pelas mães que ainda vivem e pedir uma bênção especial sobre elas.

– Agradecer por ter tido uma boa mãe, caso ela tenha falecido.

– Agradecer porque, se por algum motivo você não teve a mãe presente, Deus Se incumbiu de cuidar de você, protegê-lo e encaminhá-lo no bem.

– Louvar a Deus pelas mães que já entregaram o coração a Jesus e rogar para que as mães que não são da igreja possam provar o carinhoso amor de Cristo.

– Orar pelas mães fiéis cujos filhos ainda não estão na igreja de Deus.

– Pedir para que no Céu possamos estar todos juntos por toda a eternidade.

Certamente, o Deus de nossa salvação um dia dará um prêmio muito especial às mães que se dedicaram aos filhos, mesmo sacrificando oportunidades especiais. “Muitas mulheres procedem virtuosamente, mas tu a todas sobrepujas. Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa será louvada” (Provérbios 31:29-30).

Mães que fizeram a diferença:

– Joquebede (Êxodo 2:1-10)

Quando Joquebede engravidou, a ordem de Faraó estava em vigor: Se fosse menina, viveria; do contrário, morreria. Chegou a hora do parto. Era um menino e deveria morrer. Mas Joquebede era corajosa. A despeito de tudo, ela decidiu escondê-lo e preservar a vida de seu filho.

– Ana (1 Samuel 1:26-28; 2:18-19).

De forma muito especial, Ana teve a oportunidade de ser mãe. Quando seu filho nasceu, ela o dedicou ao Senhor. Em dado momento, Ana o deixou na casa de Deus, e ali Samuel cresceu em estatura, conhecimento e graça diante do Senhor.

– Mãe dos filhos de Zebedeu (Mateus 20:20-23).

Uma mãe muito preocupada e inteligente. Ela foi diretamente a Jesus para fazer um pedido em favor de seus filhos.

– Eunice e Lóide (2 Timóteo 1:3-5).

O que faz a diferença na vida de um filho é a fé verdadeira de sua mãe e, nesse caso, também da avó. Timóteo se converteu graças à influência de Eunice e de Lóide, a despeito de seu pai ser grego e não cristão (Atos 16:1). A conduta de uma mãe cristã marca a vida dos filhos para o bem e os conduz à salvação

– Maria

“É o serviço feito de coração que torna a dádiva valiosa. Quando a Majestade do Céu Se tornou um bebê, e foi confiado a Maria, não tinha ela muito que oferecer pelo precioso dom. Levou ao altar apenas duas rolas, oferta designada para os pobres; mas foram um sacrifício aceitável ao Senhor. Não podia apresentar tesouros raros como os sábios do Oriente, que foram a Belém para os depor diante do Filho de Deus; contudo a mãe de Jesus não foi rejeitada devido à insignificância de sua dádiva. Foi a voluntariedade de seu coração que o Senhor tomou em consideração, e seu amor tornou suave a oferta. Assim aceitará Deus a nossa dádiva embora seja ela pequena, se for o melhor que temos, e for oferecida por amor a Ele” (Conselhos Sobre Mordomia, p. 109).

ESPÍRITO DE PROFECIA

“Jesus, o melhor amigo da mãe — Se as mães fossem a Cristo mais frequentemente e nEle confiassem mais plenamente, seu fardo seria mais leve, e elas encontrariam descanso para a sua alma”

(O Lar Adventista, 205).

“Jesus conhece o fardo de cada mãe. Ele é seu melhor amigo em toda emergência.

Seus braços eternos a sustentam. Esse Salvador, cuja mãe lutou com a pobreza e privação, simpatiza com cada mãe em seu trabalho, e lhes ouve as orações sinceras. Esse Salvador, que empreendeu uma longa jornada com o propósito de aliviar o coração ansioso de uma mulher cananeia, fará o mesmo pela mãe aflita de hoje. Aquele que devolveu à viúva de Naim seu filho único que estava sendo levado ao sepultamento, é hoje tocado pelo lamento da mãe enlutada. Aquele que chorou junto ao sepulcro de

Lázaro, que perdoou a Maria Madalena, que na cruz Se lembrou das necessidades de Sua mãe, que após a ressurreição apareceu às mulheres que pranteavam, e as tornou Suas mensageiras, é hoje o melhor amigo da mulher, pronto para auxiliá-la em sua necessidade, se ela confiar nEle” (Filhas de Deus, p. 156).

MÃOS À OBRA

Louvor: Tente encontrar as músicas sugeridas no YouTube. Você poderá lançar na igreja um concurso para que os jovens componham novas músicas (ou apenas letras novas para as músicas já existentes).

Testemunho: Busque um filho que aceitou a Jesus graças ao trabalho missionário de sua mãe. Também seria interessante buscar uma mãe que se converteu por meio do filho.

Oração intercessora: Forme um círculo com os presentes de mãos dadas e peça para duas pessoas orarem: uma pelos agradecimentos e outra pelos pedidos (ver sugestões acima).

Mensagem: Uma bonita apresentação com crianças pequenas sempre traz alegria. Elas podem apresentar um poema ou acróstico.

Também é possível apresentar o que a Bíblia diz a respeito dos deveres dos filhos:

– Honra – Êxodo 20:12.

– Sensatez – Provérbios10:1.

– Respeito – Levíticos 19:3.

– Não desonrá-la – Deuteronômio 27:16.

– Obedecer à mãe – Efésios 6:1-3.

– Sabedoria – Provérbios 15:20.

Preparar um desjejum muito especial para todas as mães e aproveitar a oportunidade para realizar o trabalho missionário: convidar para esta celebração as mães da vizinhança da igreja.

Entrevistas e apresentação de fotos são atividades que chamam muito a atenção.

Outra boa ideia é coordenar, se houver uma mãe cujo filho não está presente, e fazer uma chamada telefônica ao filho, durante o programa, e mostrá-la ao vivo.

About the author

admin

Add Comment

Click here to post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE